04

abr
2019

O que você está esperando?

Posted By : mayumi.kurimori/ 139 0

O dinheiro entrar, a vida se ‘’ajeitar’’, a data especial para ligar, uma companhia para viajar, ou então alguém perfeito para amar?

O que você está esperando para desapegar do que te ensinaram que era o certo e que hoje você já sabe (lá no fundo você sabe!) que não faz mais sentido na sua vida? O que falta para você deixar o que não te faz mais feliz e buscar algo que realmente te preencha e te faça transbordar todos os dias da sua vida? Não é fácil, de fato…E a gente cai, mas levanta e continua andando. Depois de um tombo as vezes a gente até sai correndo. Mudar assusta, mas pode ser a chave da porta que você tanto anseia e precisa abrir.

O que eu te peço hoje é que não espere mais para ir. Para ir viver, para parar de sonhar e ir realizar. Se libertar. Sentir aquele frio na barriga e aquela adrenalina boa que a gente experimenta quando criança em andar pela primeira vez na montanha russa, lembra?

Todos nós estamos nessa vida para viver intensamente todos os dias. Por favor, não espere o final de semana para ser feliz, por favor não passe 5 dias exausto e estressado e dois dias tentando se recuperar disso. Por favor, permita-se descobrir as coisas novas da vida, permita-se viver novas experiências e te desafiar a coisas que você nunca imaginou, mas que seu coração sempre pediu (você sabe o que ele pede!).

Por favor, desconsidere o que as pessoas céticas te falaram sobre o que era o certo a se fazer, sobre o que você deveria fazer. Só você sabe o que você deve fazer. E hoje, assim como todos os dias que você acorda, a vida te da uma nova chance de fazer tudo diferente. Se você começar hoje eu te garanto que daqui um ano, ou até um mês, sua vida vai estar totalmente diferente e você vai agradecer por ter feito a ESCOLHA (sim é uma escolha) de ter começado aquele dia!

Por favor, não espere! Não espere mais, o amanhã é incerto. 

E aqui fica uma pergunta pra vocês (responde com sinceridade pra você mesmo)…

Se não houver outra vida, essa você realmente viveu? 

Deixe seu comentário

Insira um comentário.
Digite seu nome
Digite seu email
Digite um email válido